novembro 18, 2009

a história da mudança [13] – no clima

Estamos no clima de mudança faz tempo, desde que vendemos nosso apartamento, em agosto. Desde então vimos desmontando tudo, ao mesmo em que procuramos dar os primeiros passos no Canadá.

Os móveis, que são todos da família, já foram mapeados pelas irmãs que vão retirá-los até o final do mês. A mesa da sala foi comprada pelo comprador do apartamento. Os armários da cozinha já estão vazios, sobrou apenas o essencial. Bia fez um mini bazar e vendeu tudo que tinha algum valor. Os objetos de decoração já foram selecionados, o que vai já está embalado. Ontem foi a vez das roupas e o armário está praticamente vazio. Casacos, paletós, sobretudos, jaquetas, vai tudo pro tintureiro, quero dizer, lavanderia. O que tinha pra dar, demos. Meus livros estão sendo selecionados a seis meses. Tarefa das mais difíceis. Consegui reduzir minha pequena biblioteca a uns 150 livros. Documentos que temos que levar acho que vão chegar a 10 kg. Agora faltam as coisas das crianças, roupas, brinquedos, livros, cds, dvds.

Numa das listas de discussão sobre imigração pro Canadá, descobrimos que poderíamos levar todas as nossas coisas em caixas ao invés de malas. São duas vantagens: a caixa pesa 5 vezes menos que uma mala e é 30 vezes mais barata. Uma caixa reforçada custa em torno de $10 e uma mala de qualidade intermediaria custa em torno de $ 300. Como tempos direito a 2 bagagens por pessoa, podemos levar até 10 volumes de 32 kg cada um. Vamos levar 2 malas com roupas para o uso diário. Para acomodar roupas e casacos nas caixas vamos usar um saco plástico que fecha a vácuo, chamado space bag que reduz o volume em mais de 50%.

Enquanto arrumamos tudo isso, compramos nossas passagens, tiramos vistos americanos pras crianças e canadense pra minha mãe, abrimos conta em banco no Canadá, pré-selecionamos escolas pras crianças, alugamos uma casa mobiliada por um mês.

O mais difícil vai ser sair de casa pra ficar acampado na casa da sogra. Coitada, vai ter que agüentar mais 5 em casa. Mas como estaremos nas férias, acho que não vai ser tão ruim assim. É muito provável que as roupas que levarmos pra sua casa não sigam viagem conosco.

Ainda falta fazer um monte de coisas. Fechar contratos de serviço, fechar conta no banco, vender os carros e outras coisas. Mas vai dar tempo...

14 comentários:

Marina disse...

Otávio, essa parte de ficar na fora de casa é a pior...
Mesmo sendo casa da mae, da sogra, da vó, da irmã...
Meu irmão ficou 1 mês assim com minha cnhada na casa da minha avó antes de ir pra Escócia, no final os dois estavam doidos pra ter a casa deles de volta! hahahahaha

Tadinhos!

Vai dar tudo certo! ótima sacada essa das caixas!

Uma beijoca nos 5!

Dani e CM disse...

Octavio eu to atras de comprar o space bag, aqui em macaé estao pedindo 50 reais em um só!!!
Vc ja tinha ou comprou por ai mais barato?
Abração

ps: se quiser responder por mail fique a vontade

Valquíria disse...

Nossa! quanta coisa. Tava observando as fotos do dia da surpresa e os tri tem uma estante, caixas e mais caixas de brinquedos espero que eles não sejam tão apegados aos brinquedos igual a mim senão vai ser dificil ter que deixar alguns.
Foi até esse ano que minha mãe conseguiu tirar de mim o resto dos meus brinquedos. 20 anos na cara guardando brinquedo de 8, 9, 10anos. Ah, mas eu tinha cada barbie linda e estavam novinhas sem contar que eu tinha a casa praticamente toda da barbie, quarto, sala, banheiro, o carro. Foi dificil deixar meus brinquedos, mesmo depois de velha.


um cheiros nessas criaturas fofas.

Glória disse...

Uma vez tomada a decisão, agora é curtir cada detalhe. E como vocês são muito organizados e práticos, a coisa vai rolando redonda. E a experiência é gostosa de se viver. Essa segurança vocês transmitem às crianças, e isso é excelente.
Eu estou triste, mas vibrando ao mesmo tempo. É uma mistura de sentimentos.
Neste caso, procuro pensar que afinal, o planeta é de toda a humanidade. E que essas diferenças de cultura só nos faz enriquecer humanitariamente.
Que Deus os abençõe. Os acompanhe em suas decisões, escolhas, nessa nova vida que está nascendo. Amém.

Glória disse...

Hei ! que foto é essa ? Que cidade imensa !

Fred e Fê disse...

Olá!
Vcs vão para onde no Canadá?
Gostaria de ter seu contato do aluguel da casa... Quando pretende mudar?
Fred e Fernanda

Nelson disse...

Oi, meu primo,
Gostaria de parabenizá-lo pelo blog e, principalmente pela família...Acompanho o blog com uma certa frequência e sempre me emociono ao lembrar do tempo em que convivíamos como uma grande família, que na minha cabeça infantil nunca se separaria (os melhores momentos da minha infância foram ao lado de vocês em Joaquim Egídio).
Espero que tenha todo o sucesso nessa nova etapa de sua vida.
Minha família tem, hoje, um sítio na cidade mineira de Itamonte onde criamos ovelhas. Nossa intensão é reviver os encontros da família Lacombe lá, como se fosse uma nova reedição da fazenda. Pena que, no momento, vai ficar difícil para vocês participarem. Tem uma nova geração da família que ainda não se conhece e estamos tentando juntar todos..
Temos um blog dos Lacombes (que agora não lembro de cor, me desculpe) que registramos alguns pequenos encontros nele...Mandei o endereço do mesmo no seu orkut em depoimento no dia do seu aniversário.
Visite e participe...você vai gostar..
No mais, te desejo uma feliz harmonia para sua família e um grande abraço...
Nelson

Soraya Wallau disse...

OI Octavio, depois me fala onde é a casa e as escolas q vcs estão vendo.
Bjinhos.
Ah, se quiser mandar alguma coisa pela gente nas nossas malas é só falar pq eu vou com mais coisa do q volto.

Jussara disse...

Que demais a vista das montanhas lá ao fundo.
Só em ler o post fiquei cansada, rs. Mas vai dar tempo, sim, vai dar tudo certo!

Soraya Wallau disse...

Octavio,
Pensa q só vc tem uma tia em casa. ahhaha. Eu sou a tia Bia da minha casa, nunca saiu de casa de mãos vazias, precisa ver o kit festinha q eu levo na minha bolsa pro Arthur brincar.
Bjão e precisando de mais dicas pode perguntar.

Patricia disse...

Seja bem vindo!
Mudar de país não é fácil.. ainda mais com filhos pequenos. Mas garanto que um dia eles vão te agradecer.. nem que seja para dizer que adoraram a experiencia.
O Canadá é um país maravilhoso. Eu estou aqui a 4 anos feliz da vida..
Boa viagem!

Lali disse...

Nossa, que novidade! Acompanho o seu blog há um tempinho, mas não sabia nada sobre a mudança. Venho acompanhando tbém ,por coincidência um outro blog, o colorida vida, que é sobre uma família, que também imigrou p/ o canadá, não sei se vc conhece:
http://www.coloridavida.com/blog/
e justo esta semana comcei a ler um outro blog que ela explica tudo sobre a imigração deles. Achei muita coincidência, e confesso que fiquei com uma certa inveja, uma vontadezinha de fazer o mesmo...

Paola Tavares Silva Wortman disse...

octavio, com vai?
achei super interessante a opcao de levar caixas em lugar de malas. quando chegar minha hora de fazer as malas irei me informar sobre o assunto. uma outra coisa que me interessou MUITO ... vc mencionou que fez a pre-selecao das escolas pro trio. como vc fez isso? poderia me passar informacoes? nos temos 3 meninas. quando chegarmos em julho 2011 a mais velha ingressara no 1st grade, a segunda na pre-escola (4.5 anos) e a terceira eventualmente entrara em um home/day care (tera ja quase 2 anos). se vc puder me dar umas dicas serei muito grata.
beijos, paola

Paola Tavares Silva Wortman disse...

os livros sao uma parte dificil pra mim tb ... ha um ano atras abdiquei de uns 50. por um lado foi doloroso mas por outro senti que dava mais um passo em direcao ao canada, entao amenizou um pouco.